Deus nos livre!

Ontem foi dia de “Grande entrevista”, na RTP1. Convidado, o Dr. Domingos Duarte Lima, advogado e ex-dirigente do PSD. Acima de tudo, figura pública, ela própria alvo de profunda transformação após grave problema de saúde, na sequência do qual acabaria por fundar a Associação Portuguesa Contra a Leucemia (APCL), com site disponível em http://www.apcl.pt/PresentationLayer/home_00.aspx.

Claramente constrangido e incomodado, que o caso não é para menos, Duarte Lima deixou claro, apesar de sucessivas escusas em abordar directamente determinadas questões, porque obrigado ao “segredo profissional”, que o seu envolvimento no denominado caso Feteira, designadamente no homicídio de Rosalina Ribeiro, companheira do milionário Lúcio Tomé Feteira, se fica a dever a uma “montagem vil e tenebrosa”. Questionado sobre quem estará por trás deste projecto macabro, limitou-se a um eloquente silêncio, por entre um expressivo olhar de quem sabe exactamente quem está a acossá-lo, a denegrir a sua imagem e a prejudicá-lo, do ponto de vista pessoal, profissional, familiar, certamente, e social. Está consciente, certamente, de a quem pertence a “mão misteriosa” que tem lançado suspeitas e informações caluniosas.

Sem me colocar do lado de quem quer que seja, simples cidadão comum, mas com opinião, não é justo, diria, não é humanamente aceitável que se levantem suspeições criminosas sobre alguém, sem fundamentos factuais, em resultado de perícias judiciais. É muito fácil acusar, arruinando, assim, a imagem de alguém. Para alguns, é muito fácil, ainda, publicitar tal acusação à escala global, através dos meios de comunicação social que, sem se comprometerem, lá vão lançando atoardas a torto e a direito. Deveriam indicar fontes, identificar o ou os autores de tais suspeitas, no sentido de clarificar e atribuir responsabilidades.

Não sei que ligação tinha Duarte Lima à família Feteira. Limitei-me a ouvir a sua tese. Mas a verdade é que estamos fartos de ditos e mais ditos, à margem da investigação judicial, que bem poderá ter já uma explicação clara para o homicídio de Rosalina Ribeiro. Pena que, a ser verdade, o móbil possa ter sido a incalculável fortuna/herança em jogo. Estou certo de que o envolvimento de Duarte Lima, ele próprio advogado, pode contribuir não apenas para a mediatização do caso, mas, também, para a descoberta dos reais autores de tal homicídio. Duarte Lima estará interessado, certamente, em que o caso não caia no esquecimento e se apurem factos e consequências. Mas que dói, dói, não tenho dúvidas. Que o caso é muito sério. Provando-se a sua impunidade, deve provar-se, igualmente, quem está por trás desta delação desumana.

Como cidadão, espero que não aconteça o mesmo que tem sucedido relativamente ao processo “Casa Pia”, que se arrasta há penosos longos anos, para os envolvidos e para a opinião pública. Estranho caso/processo este, talvez à espera da prescrição, graças aos sucessivos malabarismos jurídicos.  Mas o que a lei permite para uns, para outros não, sendo célere a justiça, mesmo em casos semelhantes, desde que estejam envolvidas figuras anónimas, cidadãos comuns. A culpa ou a inocência dos suspeitos de prática de pedofilia, envolvendo crianças e jovens da Casa Pia de Lisboa, deve ser declarada quanto antes, para se pôr cobro, assim, a um processo obscuro para a opinião pública.

Quanto a Duarte Lima, que não conheço pessoalmente, espero que envide todos os esforços, mesmo que não solicitados pelas autoridades, para se encontrar a verdade.

Deus nos livre!

0 Responses to “Deus nos livre!”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Calendário

Agosto 2010
S M T W T F S
« Jul   Set »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Arquivos

Estatísticas do Blog

  • 32,325 visitas

%d bloggers like this: