Que gestão dos estádios Municipais de V. N. de Gaia?

O Estádio Municipal de Grijó foi inaugurado com pompa e circunstância no passado dia 24 de Abril, concretizando-se, deste modo, um sonho de várias décadas. Desde então, a gestão deste espaço tem estado envolvida, contudo, em acesas polémicas: primeiro foi a colocação de uma antena de estação de base de telefone móvel; depois um protocolo celebrado entre a Associação Desportiva de Grijó (ADG) e a Escola de Futebol Dragon Force

Face ao exposto, interrogo-me: porquê esta crescente onda de contestação? O que fazer para levar por diante este sonho de, finalmente, podermos desfrutar das condições ideais para a prática desportiva? Por que é que a contestação acontece em Grijó e não noutras freguesias do Concelho ou relativamente a outras associações desportivas? 

Fonte: http://www.jornaldegrijo.com/noticias/estadio-municipal-grijo-inauguracao.html

Presidente da ADG no uso da palavra

Não há dúvida de que o actual Presidente da Direcção da ADG é um homem trabalhador, persistente, inteiramente empenhado em levar por diante os desígnios que traçou para o clube da terra que o viu nascer. À determinação de Manuel Gomes se deve, em grande medida, sejamos justos, a construção do novo estádio e os excelentes resultados que, ano após ano, as diferentes equipas, com destaque para a sénior, vão conseguindo, honrando o nome de Grijó e de V. N. de Gaia. O Presidente da Direcção tem mérito. Muito. 

Mas…, se assim é, porquê tanta contestação, até por parte dos principais dirigentes da Câmara Municipal? Por teimosia de alguns sócios? Por obstinação da Direcção da Associação de Pais da escola E.B. 2.3 de Grijó, que tem lutado por todos os meios contra a implantação da referida antena, paredes meias com aquele espaço escolar? Por birra de muitos cidadãos, pais e mães que se opõem a que a formação das crianças e jovens entre os 4 e os 14 anos tenha sido entregue a uma escola de futebol afecta ao FCP, de índole profissionalizante, com o inerente aumento do valor mensal a pagar, que se traduzirá em 30, 40 e 50 euros, conforme se trate de um, dois ou três treinos semanais.  

Parece-me que nada disto faz sentido. Falta diálogo, muito diálogo. A teimosia e a perseverança podem vencer, mas não convencem e criam fracturas que podem levar muitos anos a cicatrizar. Há muito que se impunha e impõe uma Assembleia Geral. Para quê? Para informar os sócios, muitos deles fundadores, dos objectivos traçados para o novo complexo desportivo. Para divulgar, de forma aberta, transparente e democrática, os termos do protocolo celebrado entre a Gaianima – Equipamentos Municipais E.E.M. e a ADG, no que respeita à utilização do Estádio Municipal de Grijó. Para informar os sócios sobre a possível implantação da referida antena de telemóveis, que já fez correr alguma tinta na imprensa local e nacional. Para os auscultar sobre eventual protocolo com o Futebol Clube do Porto, no sentido de lhe atribuir a responsabilidade da gestão da formação futebolística dos “alunos” (curiosa esta designação, hoje amplamente discutida do ponto de vista pedagógico, no seio das Ciências da Educação), crianças e jovens de Grijó. De Grijó? Nas torrentes de informação oficiosa, temos ouvido que ao novo estádio acorrerão, em pé de igualdade, crianças provenientes de outras freguesias. E em lista de espera parece haver, segundo fonte fidedigna, muitas dezenas de crianças e jovens. 

Sabemos que tudo tem os seus custos. A manutenção do novo estádio e das equipas mais velhas, sobretudo a sénior, implica maiores despesas. Possivelmente as ambições são, também elas, maiores, em termos de resultados expectantes. No entanto, não se pode hipotecar aquele que se deseja espaço aberto de formação desportiva e humana, para meninos e meninas da nossa terra. Porque isso não tem preço. Acrescente-se: tudo se resume a futebol? 

Parece-me que uma associação desportiva deve estar naturalmente vocacionada para o desenvolvimento de outras modalidades, desde que promotoras de mais saúde e bem-estar, no âmbito da motricidade humana. Falamos do andebol, do voleibol, do atletismo, do ciclismo… A custos muito reduzidos, recorrendo a profissionais da terra, como aqueles que, até hoje, se têm voluntariado, oferecendo o seu saber e experiência aos mais novos. 

Uma escola de elite para formar eventuais cristianos ronaldos? Por que não? Para quem quiser e puder! Mas sempre sem descurar a oferta de formação para todos, garantindo, necessariamente a continuação das “escolinhas” nos moldes tradicionais. Nenhuma criança pode ficar de fora, apenas porque os pais estão a braços com a crise económico-financeira. Primeiro a pessoa. 

Estou certo de urge fazer uma reflexão profunda sobre o que se quer dos equipamentos desportivos do nosso Concelho. Digo, de cada uma das nossas freguesias. Numa altura em que algumas empresas tentam aliciar clubes e famílias para os eventuais ganhos a longo prazo de investimentos no presente, os responsáveis municipais e do universo associativo gaiense devem sentar-se e, sem descurar a autonomia das diferentes entidades, pensar o rumo do futuro. E o rumo do futuro é, estou certo, o da pessoa. É isso que importa verdadeiramente conseguir: propiciar condições favoráveis para que cada uma das nossas crianças se torne cada vez mais humano, com tudo o que isso implica. Não o rumo empresarial e económico-financeiro. Deixemos isso para os grandes clubes, cotados na bolsa. 

Não se enclaustre o estádio sonhado ao longo de décadas. Faça-se dele um espaço/meio de socialização, de encontro, um pólo de convergências e de promoção humana, a começar pelas nossas crianças, meninos e meninas… 

José Manuel Couto 

Publicado no Jornal Audiência de 23 de Junho 2010

0 Responses to “Que gestão dos estádios Municipais de V. N. de Gaia?”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Calendário

Junho 2010
S M T W T F S
« Maio   Jul »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivos

Estatísticas do Blog

  • 32,330 visitas

%d bloggers like this: