ESCOLA E.B. 2.3 DE GRIJÓ DIVULGA A OBRA DE JÚLIO DINIS

Integrado do Projecto «Memórias do Mosteiro de Grijó», realizou-se, no passado dia 17 de Outubro, em Grijó, a I Marcha Nocturna Dinisiana. Este foi o nome escolhido pelo grupo dinamizador (os professores João Sousa, Eduarda Sousa, Margarida Fortuna, Elisa Tavares e Isabel Ribeiro) pelo facto desta caminhada passar por locais associados à obra do escritor Júlio Dinis. Com este evento, o grupo de docentes do Agrupamento Vertical de Escolas Júlio Dinis pretendeu homenagear o patrono destas escolas e relembrar a sua obra, nomeadamente «A Morgadinha dos Canaviais». Marcha dinisiana

Neste evento participaram mais de 400 pessoas e cerca de 50 figurantes, entre alunos, professores e funcionários. Actores e figurantes apareceram elegantemente vestidos com trajes inspirados na moda do séc. XIX e trouxeram um colorido às ruas da Vila de Grijó.

Ao longo do percurso, com início na Quinta de Alvapenha, os participantes foram brindados com representações dos alunos do Clube de Teatro da Escola E.B. 2,3 de Grijó, orientados pela professora Conceição Oliveira que, de forma memorável, apresentaram cenas da obra mencionada.

Sempre acompanhados pelas personagens principais da obra «A Morgadinha dos Canaviais», figurantes e demais participantes seguiram em direcção à Quinta dos Canaviais. Henrique de Souselas e sua tia Doroteia convidaram todos a ouvir a declamação de 2 poemas de Júlio Dinis pela professora Rosa Rocha, que se encontrava no alto da janela.

Numa caminhada de cerca de 3 Kms houve, ainda, a oportunidade de assistir a um excerto do filme «A Morgadinha dos Canaviais», realizado em 1949 por Caetano Bonucci, no espaço exterior da Escola E.B. 2,3 de Grijó.Marcha dinisiana

Chegados à alameda do Mosteiro, aguardava-os a Morgadinha que, depois de se encontrar com Henrique de Souselas, convidou a assistência a visitar a exposição sobre Júlio Dinis na Sala do Capítulo do Mosteiro de Grijó e a assistir ao lançamento do CD interactivo sobre o I Encontro Dinisiano. Nos claustros, 3 telas projectavam actividades desta Escola, realizadas no âmbito do referido Encontro.

No entender da organização, este foi um evento cultural que envolveu toda a comunidade escolar e que recebeu uma adesão enorme e inesperada por parte da comunidade local. O grupo de docentes sente que a recepção tão positiva só pode ter como resposta uma nova edição desta Marcha Dinisiana no o próximo ano lectivo com algumas novidades, nomeadamente com mais figurantes e representações de novas cenas.

Se um dos objectivos era relembrar o escritor Júlio Dinis, não menos importante era a divulgação das actividades que o grupo pretende levar a cabo nos próximos tempos.

Assim, está a ser organizada uma Reconstituição Histórica no Mosteiro de S. Salvador de Grijó, prevista para Maio de 2010, bem como a apresentação de uma peça de teatro inédita sobre a sua história.

Nesse evento, que está a ser preparada com todo o rigor histórico, pretende-se a reconstituição da vida monacal do Mosteiro de Grijó, com especial destaque para a Botica, o Scriptorium e a Sala do Capítulo. A comunidade escolar e local será convidada a entrar nos espaços do nosso Mosteiro e a descobrir a vida quotidiana dos monges regrantes de Santo Agostinho.Marcha dinisiana3

A peça de teatro, da autoria da professora Conceição Oliveira, e com a revisão histórica do professor João Sousa, apresentará, de forma original, a vivência dos monges do Mosteiro de Grijó. Mais uma vez, a representação estará a cargo do Clube de Teatro da Escola E.B. 2,3 de Grijó.

Como professores que se orgulham de o ser, o grupo coordenador não esquece a vertente pedagógica e, como tal, está a preparar, igualmente, uma maleta pedagógica com materiais adaptados aos diferentes níveis de ensino, cujo cerne será sempre o Mosteiro de S. Salvador de Grijó.

O grupo de docentes do Projecto «Memórias do Mosteiro de Grijó» considera que este é um tema que não se esgota e está já a pensar não só na reedição da caminhada Dinisiana, mas também da própria reconstituição histórica. No futuro, pensam ser, igualmente, possível a organização de um Encontro com exposições e palestras sobre a temática em estudo proferidas por especialistas, professores, alunos e membros da comunidade local.

Para divulgação destas e de outras actividades foi criado um blogue com informação actualizada sobre o projecto «Memórias do Mosteiro de Grijó» e cujo endereço fica aqui registado (http://memoriasmosteirogrijo.blogspot.com).

 Prof.ª Eduarda Sousa

Publicado no Jornal Audiência, no dia 28 de Outubro de 2009

1 Response to “ESCOLA E.B. 2.3 DE GRIJÓ DIVULGA A OBRA DE JÚLIO DINIS”



  1. 1 Os números de 2010 « GAIA – (Im)Pressões Expressas Trackback em 03/01/2011 às 10:24

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Calendário

Novembro 2009
S M T W T F S
« Out   Dez »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Arquivos

Estatísticas do Blog

  • 32,325 visitas

%d bloggers like this: