Proposta do PS Grijó e da Câmara de Gaia – coincidência ou… talvez não!

Aconteça o que acontecer, a vida política em Grijó, Vila Nova de Gaia, vai mudar nos próximos quatro anos. Depois de doze anos de progressiva letargia, por parte do principal responsável pela Junta de Freguesia, surge agora uma nova equipa disponível para representar o Partido Socialista, disponível, sobretudo para humanizar a Vila de Grijó e adoptar uma política de proximidade e resolução efectiva dos problemas das pessoas.

Uma de várias ideias, já divulgadas há alguns meses, refere-se à criação da figura do “Provedor do Cidadão Local”. Uma pessoa que possa estabelecer uma comunicação rápida e efectiva com a Junta de Freguesia, para que qualquer situação de interesse local seja rapidamente resolvida para bem e contento de todos. Trata-se, pois, de uma espécie de voluntariado em prol de todos.

Em Grijó vai ser mesmo assim. Está pensado há muito, como várias outras iniciativas para aproximar todos de todos e promover a auto-estima social dos grijoenses.

Para espanto, talvez fruto de ecos de outras experiências e propostas, foi com imenso agrado que ouvi o Dr. Filipe Menezes anunciar, no passado di 19 de Junho, a propósito do seminário subordinado ao tema “Democracia Local”, a criação da figura do Provedor Local Autárquico. Segundo fontes da própria Câmara, o lugar será ocupado por “(…) uma personalidade de relevo a nível nacional, que se encarregará da missão de responder directamente a um universo de 400 mil cidadãos”.

Excelente ideia. De facto, muito democrática. Pena que surja apenas agora, ao fim de doze anos de mandato. Por que não se lembrou o Dr. Menezes disto antes? Ninguém das ilustres figuras que o rodeiam teve uma ideia destas?  Contudo, como diz o povo “Mais vale tarde, que nunca”. Esta figura é fundamental, desde que trabalhe de forma isente, representando todos de igual forma e atendendo as solicitações de todos os munícipes com zelo e imparcialidade, sem o habitual espírito de subserviência face ao poder. Talvez esta seja a tarefa mais difícil de quem vier a ser escolhido.

A criação deste lugar só vem provar que alguns presidentes de junta não fazem o que têm a fazer: ouvir e representar os seus fregueses junto da Câmara. Alguns deixaram-se cegar de tal forma pelas luzes do encosto e do oportunismo que se esqueceram das funções para que foram eleitos. Parecem estar a acordar agora, mas pode ser que tarde, como a tal lebre que rivalizou com a tartaruga.

Coincidência ou não, uma vez que o PS Grijó há muito publicitou esta inicitiva agora avançada pelo mais alto responsável da Câmara de Gaia,  importante é que, de facto, as pessoas valham em Gaia.  Pelo que são! Que sejam tratadas por igual, não porque têm o apelido “a” ou “b”, porque perfilam o partido no poder, conhecem alguém dentro da Câmara…, mas porque têm o direito de serem acolhidas e tratadas com respeito e celeridade.

José Manuel Couto

0 Responses to “Proposta do PS Grijó e da Câmara de Gaia – coincidência ou… talvez não!”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Calendário

Junho 2009
S M T W T F S
« Maio   Jul »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Arquivos

Estatísticas do Blog

  • 32,325 visitas

%d bloggers like this: