Tragédia em Grijó

No passado dia 7, aconteceu o pior, em Grijó: um cidadão, Albino Fonseca, de 65 anos, atinge mortalmente o seu vizinho António Armando, de 52 anos, e um automobilista, também conhecido, António Teixeira, de 48 anos. Uma tragédia. Uma enorme tragédia, numa vila onde quase toda a gente se conhece e convive pacificamente.

O sentimento vivido hoje, dia 9, nos funerais de ambas vítimas mortais, foi de profunda e indescritível consternação. As famílias, os amigos, os conhecidos juntaram-se para um último adeus a duas pessoas que não mereciam este fim, a quem roubaram a vida.

E o assassino, entretanto, está a ser tratado num hospital público, à custa dos impostos das vítimas e dos nossos. Ironia do destino. E agora? Faça-se JUSTIÇA!!!

E nós, que por cá ficamos, aprendamos a lição de que  não vale a pena precipitações, o cultivo do ódio e do rancor, mas o romper de obstáculos e constrangimentos conviviais com a persistência e a força do diálogo.

José Manuel Couto

0 Responses to “Tragédia em Grijó”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Calendário

Outubro 2008
S M T W T F S
« Set   Nov »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Arquivos

Estatísticas do Blog

  • 32,330 visitas

%d bloggers like this: