Demissão de Filipe Menezes

Acabamos de receber a notícia de que Filipe Menezes se demitiu da liderança do PSD. Não resistiu às pressões internas, lançadas por Capucho, Aguiar Branco e outros. Curiosamente, logo a seguir à entrevista de António Borges, na RTP1.

Segundo o Jornal SOL (17-4-2008, 22.h), Menezes dz ter sofrido «uma oposição interna diária». Em tom directo, acrescenta: “Não consegui vencer as contrariedades, assumo a responsabilidade».

Nada que não se esperasse. Mas não já. Manda a tradição que se aqueça o lugar, se vá à luta, de frente, quando se tem a certeza de se ser uma mais-valia para o partido e para o país. Mas não é o caso. Menezes mostra, assim, não ter capacidade para resistir a pressões internas (e externas), não ter a capacidade que Marques Mendes teve de resistir durante anos aos duros ataques desferidos por Menezes, não “diariamente”, mas ao minuto, na tentativa de desgaste e “assalto” ao poder.

Mendes deve estar a rir-se de contentamento e a receber centenas de chamadas telefónicas. Cedo de mais. Mas, diz o povo “cada um tem o que merece”.

Quando nem em nossa casa gostam de nós, estamos muito mal. Gaia também começa a acordar. Basta ouvir o que se diz à nossa volta, nas ruas, nos cafés, etc. A gente simples, que essa é que vale.

Dará para sentir minimamente o que fez ao “grande” Marques Mendes?

Embora a outro nível, sucedeu o mesmo a Santana, que queria, a todo o custo, sentar-se na cadeira de 1º ministro. Por coincidência, também só lá esteve durante seis sofrídos (mais para nós que para ele) meses.

Não tenho nada de pessoal contra o Dr. Menezes. Considero ser um homem inteligente e genuinamente emotivo. Votei nele, nos seus começos auspiciosos, antes de cair na rotina, no enredo da obsessão do poder pelo poder. Mas o povo não é cego: quando alguém quer o poder pelo poder, não tem outro destino, demore o tempo que demorar.

E agora?

Haverá Congresso dentro de cerca de um mês. Alguém há-de assumir o lugar precocemente abandonado.

Por mim, gostaria que Menezes se candidatasse de novo e que reconquistasse o lugar, a fim de podermos arejar um pouco a cidade de Gaia, tão endividada e com tanta obra por fazer, do ponto de vista humano: educação, saúde, segurança, emprego, associativismo, etc. É que a reconquista do lugar significa, certamente, a sua retirada para umas férias grandes no Outono do próximo ano.

E agora?

Esperemos que o povo saiba acolhê-lo nas próximas eleições como o Porto acolheu Fernando Gomes. Quem fez de Gaia um trampolim para a concretização de sonhos pessoais, abandonando os munícipes e entregando as grandes decisões a outros que vêm na boleia, merece apenas que o povo diga: basta.

Os gaienses são bons de mais para servirem de escadote para quem quer que seja. Certamente que esta é uma lição para outros que também se perfilam nos “corredores do poder” com a mesma filosofia do Mestre que acusava de Marques de não ter estratégia de oposição ao governo. Menezes nem tempo teve para pensar nisso.

Esta decisão deve ter estragado muitos dos planos do Dr. Marco António Costa, para quem o “correr do poder” se apresentava sem aparentes curvas nem desvios. O seu GPS há-de ajudá-lo a redefinir outro itinerário. Aguardemos para ver se não lhe indica mais alguma ravina.

O mesmo se diga relativamente aos sonhos de alguns presidentes de junta de Gaia que, desviando ou tendo sido desviados da rota traçada, com falinhas mansas, foram entrando na mesma carruagem e… agora… devem estar a olhar uns para os outros, atónitos, desesperadamente à espera de melhores dias.

Até lá, o povo vai pagando a factura…

Boas férias, que “enquanto o pau vai e vem, descansam as costas”.

 JMC

1 Response to “Demissão de Filipe Menezes”


  1. 1 IMB 12/08/2008 às 11:21

    Faz mesmo muita falta um Jornal em Grijo, se aparecesse alguem com vontade de o fazer voltar de novo eu ajudaria no que fosse necessario!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Calendário

Abril 2008
S M T W T F S
« Mar   Maio »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivos

Estatísticas do Blog

  • 32,325 visitas

%d bloggers like this: